terça-feira, 31 de julho de 2012

Atenção Plena - parte 10: Mente Emocional ou Mente Sábia - Como Saber a Diferença


A mente emocional e a mente sábia têm uma qualidade de "sentir" que algo é verdade. A intensidade das emoções pode gerar experiências de certeza, que parecem com a certeza estável e tranquila da sabedoria. Depois de uma chuva forte, a água pode se acumular em um alçapão dentro do poço. Você pode confundir a água parada no alçapão com o oceano no fundo do poço.

Não existe solução simples aqui. Se a certeza for acompanhada de emoção intensa, suspeite que sua origem seja a mente emocional. Dê tempo a ela, deixe a poeira baixar; se a certeza  permanecer, especialmente quando você estiver se sentindo calmo e seguro, é provável que sua origem seja a mente sábia.

Exercício 9. Pense em outras idéias de como encontrar a diferença entre a mente emocional e a mente sábia e descreva para si mesmo(a) ao menos uma dessas idéias.

________________________

Veja as 9 outras postagens desta série: 

Atenção Plena - parte 1: Introdução;

Parte 2: As 3 Mentes;
parte 3: A Mente Racional;
Parte 4: A Mente Emocional;
Parte 5: Mente Racional x Mente Emocional;
Parte 6: A Mente Sábia;
Parte 7: Mais sobre a Mente Sábia;
Parte 8: Buscando Contato com a Mente Sábia;
Parte 9: O Sentimento de Coerência Interna;

Veja, também, a série de postagens: "Meditação, Evolução Emocional e Espiritual": parte 1, parte 2 e parte 3.

Atenção Plena - parte 9: O sentimento de coerência interna


A mente sábia pode ser a bonança que vem depois da tempestade, uma experiência imediatamente depois de uma crise ou grande caos. Ela é, de repente, chegar ao centro de uma questão, enxergar ou saber algo de forma direta e clara. É entender o quadro todo quando, antes, apenas as partes eram compreendidas. É "sentir" a escolha certa em um dilema, quando o sentimento vem de dentro, e não do estado emocional atual.


terça-feira, 24 de julho de 2012

Atenção Plena - parte 8: buscando contato com a Mente Sábia


A mente sábia não é um local físico no corpo, mas um estado de consciência.

Exercício prático 1Você agora vai procurar penetrar em si mesmo(a) e vivenciar a mente sábia. Encontrar a mente sábia é como andar de bicicleta; só se pode aprender pela experiência.

Leia com atenção as instruções abaixo, depois as execute num exercício de alguns minutos. Não se preocupe em as decorar e as seguir exatamente como está descrito, logo na primeira vez. Pegue a ideia geral e comece. Com a prática você vai pegando o jeito.

Comece com cerca de 5 min (use o alarme do celular para marcar o tempo). Depois, à medida que a concentração se tornar mais fácil, vá aumentando até chegar à meia hora diária. Repita este exercício diariamente. Faça-o no banheiro, ou no quarto, ou mesmo andando (quando já tiver alguma prática. Neste caso, fique de olhos abertos, é claro). Aproveite as oportunidades para praticá-lo. É um importante treino para melhorar a sua concentração e acalmar a sua mente.

Se você tem fé religiosa, faça antes do exercício uma breve e tranqüila oração a Deus e/ou a um Ser Espiritual no qual tem fé e se sente bem em pensar nele(a), pedindo sua Presença e a sua Paz em sua alma. Isto o(a) ajudará a entrar num estado mais profundo de consciência.

o  Fique em posição bem confortável, feche os olhos e os conserve fechados até o final do exercício. Mantenha-se em estado de calma..., profunda calma..., em repouso tranqüilo, enquanto a sua mente se mantém consciente... Respire por umas três vezes profunda e lentamente...

o  Afaste de sua mente possíveis ruídos exteriores... Se algum som externo você perceber, use-o para aprofundar ainda mais seu relaxamento... Estes momentos são só seus, aproveite-os, desfrute-os...

o  Acompanhe a sua respiração, preste atenção na respiração entrando e saindo... Deixe sua respiração seguir o ritmo natural dela, apenas acompanhe-a com sua atenção tranquila... Se sua atenção se desviar da respiração, traga-a suavemente de volta...

o  Concentre-se na sua respiração... Deixe a respiração seguir seu ritmo natural... Apenas preste atenção nela, no ar que entra e que sai dos seus pulmões... Se algum som exterior o incomodar, use-o para aprofundar ainda mais a concentração na sua respiração... 

o  Mantenha sua atenção no ar que entra e que sai dos seus pulmões... Se alguma imagem, pensamento, sensação ou emoção vierem à sua mente, deixe-os passar e se concentre novamente na sua respiração...


Descreva para si mesmo a sua experiência. O que percebeu no seu corpo, como se sentiu durante o exercício, que imagens ou pensamentos lhe vieram.

____________________________
.
Veja as 9 outras postagens desta série: 

Atenção Plena - parte 1: Introdução;

Parte 2: As 3 Mentes;
parte 3: A Mente Racional;
Parte 4: A Mente Emocional;
Parte 5: Mente Racional x Mente Emocional;
Parte 6: A Mente Sábia;
Parte 7: Mais sobre a Mente Sábia;
Parte 9: O Sentimento de Coerência Interna;



Veja, também: Tao - Caminho da Paz e da Leveza Interior.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Atenção Plena - parte 7: Mais sobre a Mente Sábia

A mente sábia é como um profundo poço cavado no chão. A água no fundo do poço, todo o oceano subterrâneo, é a mente sábia. Porém, no caminho até lá, existem alçapões que impedem o progresso. Às vezes, os alçapões são tão bem construídos que você acredita que não existe água no fundo do poço. O alçapão pode parecer o fundo do poço. Talvez esteja trancado e você precise da chave. Talvez esteja pregado e você precise de um martelo, ou esteja colado e você precise de um formão para soltá-lo. 

Por exemplo, às vezes, uma pessoa pode alcançar a sabedoria quando é confrontada subitamente por outra pessoa. Ou alguém pode dizer algo com uma nova visão, que destrave uma porta interior.  


Atenção Plena - parte 6: A Mente Sábia


O estado de mente sábia é a integração da mente emocional com a mente racional. Não se pode dominar a mente emocional com a mente racional. Também não se podem criar emoções com racionalidade. Devemos penetrar e integrar as duas.

A mente sábia é aquela parte de cada pessoa que pode saber e experimentar a verdade. É onde a pessoa sabe que algo é verdadeiro ou válido. É onde a pessoa sabe algo de maneira centrada.

A sabedoria, mente sábia ou conhecimento sábio depende da integração de todas as maneiras de saber algo: saber observando, saber analisando de forma lógica, saber pelo que experimentamos em nossos corpos (experiência cinética e sensorial), saber pelo que sentimos (nossas emoções), saber pelo que fazemos e saber por intuição (May, 1982).

A mente sábia é semelhante à intuição. (Ou, talvez, a intuição faça parte da mente sábia.) Ela é o saber que é mais que raciocinar e mais que aquilo que é observado diretamente. Ela tem qualidades de experiência direta; conhecimento imediato; compreensão do significado, da significância ou da verdade de um fato sem ter que analisá-lo intelectualmente (Deikman, 1982)*; e "sentimentos de coerência profunda" (Polanyi, 1958).**

Todos temos uma mente sábia; alguns apenas nunca a experimentaram. Além disso, ninguém está na mente sábia o tempo todo.

Exercício 6. Você provavelmente já teve experiências com a sua mente sábia. Procure se recordar de algumas dessas experiências e as descreva.

___________________________
* Deikmamn, A.J. (1982). The observing self. Mysticism and psychotherapy. Boston: Beacon Press.
** Polanyi, M. (1958). Personal knowledge. Chicago: University of Chicago Press.

domingo, 15 de julho de 2012

Atenção Plena - parte 5: Mente Racional x Mente Emocional



Para compreender melhor as mentes racional e emocional, experimente fazer os exercícios abaixo.

Exercício 4. Faça uma lista com os prós e contras de ambos os tipos de mente. 
Mente Racional
Prós:
Contras:





Mente Emocional

Prós:
Contras:





Exercício 5. Pense em situações reais da sua vida em que você usou principalmente a sua mente racional e num outro em que predominou em você a mente emocional:
Situação em que você foi mais racional (predomínio da mente racional):


Atenção Plena - parte 4: A Mente Emocional

Você está na mente emocional quando suas emoções estão no controle – quando elas influenciam e controlam o seu pensamento e o seu comportamento.

·      A mente emocional pode ser muito benéfica. O amor intenso sempre aparece nos livros de histórias como a motivação para os relacionamentos. O amor intenso (ou o ódio intenso) alimenta guerras. Devoção ou desejo intenso motiva as pessoas a cumprirem tarefas difíceis, sacrificando-se por outras pessoas (p.ex., mães que atravessam o fogo para salvar seus filhos).

·      Certa quantidade de mente emocional é desejável. Algumas pessoas têm mais que a maioria; são as pessoas "dramáticas" do mundo e sempre serão. Pessoas muito emotivas costumam ser apaixonadas por pessoas, causas, idéias, etc. Outras pessoas parecem ter menos do que a maioria. Mas, nem sempre isto é verdade: estas podem ter aprendido a reprimir suas emoções, às vezes tão fortemente que, muitas vezes, têm dificuldade em saber o que estão sentido de fato e, quando conseguem perceber, têm dificuldade em nomear a emoção (por exemplo: tristeza, alegria, tédio, frustração, raiva, ciúmes, medo etc.).

·      Problemas com a mente emocional ocorrem quando os resultados são positivos em curto prazo, mas negativos a longo, quando a própria experiência é muito dolorosa ou leva a outros estados e acontecimentos dolorosos. (p. ex., a ansiedade e a depressão podem ser dolorosas por si sós).

·      O estado de mente emocional é exacerbado por: (1) doenças; (2) privação do sono, cansaço; (3) drogas, álcool; (4) fome, bebida, comer demais, má nutrição; (5) estresse ambiental (demandas demais); e (6) ameaças percebidas no ambiente em que se vive ou trabalha.


segunda-feira, 9 de julho de 2012

Atenção Plena - parte 3: A Mente Racional


A mente racional é o seu lado pensante, lógico. É a parte de você que planeja e avalia as coisas de maneira lógica. É sua parte insensível, no sentido que lida objetivamente com os fatos.

·   A mente racional pode ser bastante benéfica. Sem ela, as pessoas não poderiam construir casas, estradas ou cidades; não conseguiriam seguir instruções; não poderiam solucionar problemas lógicos, fazer ciência ou dirigir reuniões.
·   A mente racional é facilitada quando as pessoas se sentem bem e dificultada quando não se sentem.
·   Quando outras pessoas dizem (ou você mesmo diz para si) que, "se você conseguir pensar direito, você conseguirá resolver este problema", elas querem dizer que "se você conseguir se colocar na mente racional, você ficará bem, resolverá o problema ou o conflito".

Exercício 1. Lembre-se de ocasiões (em situações cotidianas ou de conflito no âmbito familiar, social ou profissional) nas quais, tomado por emoções, você pode ter distorcido, exagerado ou percebido incorretamente coisas que alguém falou ou fez, ou algo que aconteceu e, em conseqüência, criou ou agravou problemas. Descreva dois exemplos de situações reais nas quais isto ocorreu.

Exercício 2Lembre-se de ocasiões em que agiu racionalmente, resolvendo situações que poderiam complicar muito se você agisse apenas com base na emoção. Descreva exemplos reais.



Veja as 9 outras postagens desta série: 

Atenção Plena - parte 1: Introdução;
Parte 2: As 3 Mentes;
Parte 4: A Mente Emocional;
Parte 5: Mente Racional x Mente Emocional;
Parte 6: A Mente Sábia;
Parte 7: Mais sobre a Mente Sábia;
Parte 8: Buscando Contato com a Mente Sábia;
Parte 9: O Sentimento de Coerência Interna;
Parte 10: Mente emocional e mente sábia - como saber a diferença.